terça-feira, 2 de agosto de 2011

Review - O castelo nos pirineus, do Jostein Gaarder

Título: O castelo nos pirineus
Autor: Jostein Gaarder
Editora: Cia das Letras
Gênero: Ficção
Preço: 35 reais (Livraria Cultura)


Por que eu li esse livro?
 Eu gosto bastante do trabalho do Jostein Gaarder e acabei ganhando o livro de presente.


Sinopse

Por cinco anos intensos na década de 1970, Steinn e Solrunn foram felizes. Então tomaram rumos diversos, por razões desconhecidas a ambos. No verão de 2007, depois de trinta anos distantes, eles se encontram por acaso no terraço de um velho hotel de madeira às margens de um fiorde no oeste da Noruega, um lugar intimamente relacionado à separação no passado. Mas terá sido esse encontro, em lugar tão significativo, um mero acaso?
Buscando respostas a essa pergunta, e para entender como um relacionamento que prometia ser duradouro pôde acabar subitamente, o ex-casal começa uma frenética troca de e-mails - a matéria e a forma deste novo romance filosófico de Jostein Gaarder, que desta vez conta uma história de amor para discutir o embate entre o racionalismo e a espiritualidade. Na linguagem dessas missivas apressadas que inundam nossa vida cotidiana, os dois esboçam visões de mundo antagônicas e explicações contraditórias para o fim do romance. De um lado, o climatologista Steinn apenas crê no que pode ser provado pela ciência e pela razão. De outro, Solrunn, uma mulher religiosa, acredita na transcendência, em um espírito além do corpo e de nossa existência terrena. Disso resulta que as experiências compartilhadas pelos dois no hotel no litoral (a de trinta antes e a do verão corrente) serão entendidas de modo muito distinto por cada um. Apesar de se respeitarem, eles não podem concordar com a concepção do outro - até que suas certezas sejam postas à prova.


Minha opinião:

De primeira, adorei a forma que esta história é representada. A troca de e-mails entre os personagens dá uma visão dupla do que está acontecendo no presente e o que ocorreu há 30 anos atrás.
Como é de se esperar do autor, o livro nos questiona em que crenças e teorias que nós acreditamos ser a origem do universo e os acontecimentos em geral. Posso dizer que fiquei com a opinião equilibrada entre os dois personagens.

No final das contas:

Não deixe de ler mais esta obra tocante e diferente de amor que é muito bem escrita pelo Jostein Gaarder.

Beijos,

Thaíse Alves

Um comentário:

  1. Pode deixar q vou procura-lo. Parece realmente muito bom. Bj

    ResponderExcluir